Assinatura RSS

Arquivo da tag: domingo

série uma vida em frente à TV – ep. 1

Publicado em

Pra começar, não tenho certeza se o acento grave está certo, mas tudo bem.

Uma vida em frente a um aparelho não é algo a ser descartado.

Começo pelos idos de 1993.

Quem era eu naquela época…. Um nadador obstinado, ganhando várias medalhas, a apenas dois anos da obesidade.

Não sei por que, mas já gostava de futebol. Via meu Palmeiras com Evair e cia. ser campeão paulista e brasileiro. Mas o mais interessante não é isso. Eram os domingos.

Acordava e pulava da cama pra ver os jogos do Italiano, o melhor torneio de futebol do mundo, disparado. Não sei por que cargas d´água também via o campeonato alemão, desde então o pior do mundo.

Torcia para o Inter de Milão ou para o Borussia Dortmund – um time médio, se tanto. Apenas gostava das cores, e entendia menos de futebol que hoje.

Adorava a rotina dos domingos.

Vidinha inútil. Também assistia ao Ayrton Senna.

Comia macarrão no quarto dos meus avós e via os jogos.

Mais tarde, ia tomar sauna com meu avô, momento em que bebia coca-cola e comia pipoca (jogava esta dentro do copo de coca-cola) – nesta hora via o time fantástico do Palmeiras.

 

Pode ser que não fosse aos domingos, não sei. Pode ser que meu time não tenha sido campeão, nem o Senna morrido. Pode ser que ainda esteja vendo aquela mesma TV todos os domingos.

 

 

Anúncios

sobre ver cavalos pulando

Publicado em

Com exceção do champagne às três da tarde em Ribeirão, com exceção da música ruim tocando atrás, com exceção das cocotas a exibir bolsas Louis Vuitton, com exceção dos rapazes a pavonar com óculos mais ridículos que os meus, com exceção da ostentação barata, com exceção, enfim, de 90 porcento das pessoas, assistir a cavalos pulando é um espetáculo muito bonito para adultos e crianças.

O desafio é grande, e nós ficamos torcendo pelo cavalo que dá saltos realmente impressionantes ao vivo. Sempre achava que o obstáculo era alto demais para a distância em que começam a pular.

A foto acima é minha mesmo, mas não tenho ideia de quem está montando nem o nome do animal. Se alguém por acaso souber, agradeço. Se a pessoa desejar que eu retire a foto, também o faço.

Este evento foi na Hípica de Ribeirão Preto, estava lá por que era aberto ao público. Qualificava para a Athina Onassis International Horse (assim?), e, seja lá o que for isto, era alguma coisa importante para os participantes. A hípica estava lotada de gente e cavalos (quase 400). Para quem não queria ficar na poltrona em dia de domingo, foi ótimo.